CAPA - Sociedade e contemporaneidade.png

E-book Amplamente:
Sociedade e contemporaneidade


Área de conhecimento: Multidisciplinar

Ano: 2022

1ª Edição      Vol. 1

ISBN: 978-65-89928-15-7

DOI: 10.47538/AC-2022.02
 

E-book Amplamente
Sociedade e Contemporaneidade

     Alguns pesquisadores têm debruçado sua análise sobre os mais variados temas no universo do direito; porém, a presente obra consiste em uma coletânea de textos científicos oriundos de teorias e práticas profissionais, nos diversos contextos de atuação, incorporados às novas demandas que a Sociedade vem exigindo da aplicação do Direito, tais como, corrupção, assistência e previdência social, direito à saúde, educação, ao trabalho, a sustentabilidade, a gênero e sexualidade, dentre outras temáticas envolvendo os direitos humanos.

     Sabendo disso, e reconhecendo também uma especificidade de visão a respeito dos temas tratados nesta obra mais que tudo, ao longo dos livros lançados pela Editora, há uma busca pela exposição clara e didática dos temas abordados, fazendo deles elementos-chave de compreensão, a partir de uma visão crítica, emancipadora e humanizadora buscando despertar o senso crítico dos alunos de graduação e pós graduação, bem como, pesquisadores da área jurídica e outras ciências humanas e sociais aplicadas.

     Que essa obra coletiva possa auxiliar o público leitor, desde alunos e colegas da área, com a esperança de transformação do direito e da justiça, em termos de realidade brasileira, marcada pelas desigualdades econômicas e sociais, refletidas no campo jurídico, compreendendo as especificidades do direito, não como juristas reprodutores da lei, mas conectados a realidade social, para além do “senso comum teórico dos juristas”, transpondo a essa limitação compreensiva e mediana do operador jurídico.

     Vale citar as lições de Alysson Mascaro, ao destacar que o afazer do jurista na sociedade capitalista, premido entre a atividade extenuante de seu ganha pão que não permite galgar um pensamento mais alto do que o exigido para o quotidiano e a alma contabilidade que enxerga o conhecimento como lucro e não como plenitude para situarse no mundo e transformá-lo.

     Agradeço a oportunidade de fazer parte da editora em seu Conselho Científico e pelo convite para organização da obra. Mário Sérgio Cortella, salienta que quem não sabe, divide. Quem não sabe, pergunta. Com certeza esse é o meu caso. Assim, não podemos deixar de construir uma educação provocativa, inclusive jurídica, sob pena de não criarmos, não nos reinventarmos e apenas repetir. As abordagens feitas neste livro perpassam diversos temas e muitos outros mais, razão pela qual desejamos a todos uma boa leitura.