top of page
CAPA da Revista Amplamente (1).png

O MÉRITO DA AUDITORIA NO SERVIÇO DE SAÚDE

Leonidas Nelson Martins Júnior
Universidade Federal de Juiz de Fora
http://lattes.cnpq.br/3159919710079489
E-mail: boleonidas@hotmail.com

DOI-Geral: http://dx.doi.org/10.47538/RA-2022.V1N2

DOI-Individual: http://dx.doi.org/10.47538/RA-2022.V1N3-02


RESUMO:

Trata-se de um artigo realizado através de estudo bibliográfico onde se buscou demonstrar a evolução histórica, bem como a importância da auditoria no serviço de saúde, sendo de grande importância para as instituições que trabalham diretamente com saúde, tanto instituições privadas quanto instituições públicas, e não menos importante, exigência da qualidade por parte dos usuários. Ao final desse estudo concluiu-se que os avanços, tanto no Brasil, quanto em outros países, da atividade de auditoria em saúde foram consideráveis, no entanto, ainda há muito trabalho a ser feito para alcançar elevados níveis de excelência em qualidade na área da saúde. Este artigo tem por objetivo analisar a importância da auditoria em saúde, frisando seus conceitos e sua evolução histórica. Trata-se de uma metodologia estritamente bibliográfica, a qual se deu a partir de pesquisas em bases de dados oficiais, através da Biblioteca Virtual de Saúde (BVS), Scientific Eletronic Library Online (Scielo), além de livros e legislações referentes ao tema.


PALAVRAS-CHAVE:

Serviço de Saúde. Auditoria. Qualidade.

BIOGRAFIA DO AUTOR:

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Presidente Antônio Carlos (2005). Atualmente é Enfermeiro da Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na área de Enfermagem.

REFERÊNCIAS

ATTIE, W. Auditoria: conceitos e aplicações. 3.ed. São Paulo, Atlas, 2006.


BRASIL. Lei no 4.728, de 14 de julho de 1965. Disciplina o mercado de capitais e estabelece medidas para o seu desenvolvimento. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Disponível em: </www.planalto.gov.br/ccivil>. Acesso em: 16 nov. 2014.


______. Programa Nacional de Serviços Básicos de Saúde – PREVSAUDE. Ministério da Saúde. Ministério da Previdência e Assistência Social. Ministério do Interior. Secretaria do Planejamento. Brasília, 1980.


______. Portaria interministerial 01/85, MS/MPAS/MEC. Ratifica a estratégia das Ações Integradas de Saúde, entre outros. Ministério da Saúde. Brasília, 7 jun. 1985. Informação para a Saúde, v. 6, n.7, p. 84-102, 1985.


______. Constituição de 1988. Constituição da República Federativa do Brasil, 1988. Brasília, 1988.

______. Lei no 8.080, de 19 de setembro de 1990. Dispõe sobre as condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde, a organização e o funcionamento dos serviços correspondentes e dá outras providências. Ministério da Saúde. Brasília, 1990.

 

______. Lei n.o 8.689, de 27 de julho de 1993. Cria o Sistema Nacional de Auditoria, no âmbito do SUS. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Brasília, 1993.


______. Decreto n.o 1.651, de 28 de setembro de 1995. Regulamenta o Sistema Nacional de Auditoria, no âmbito do SUS. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos Brasília, 1996.


______. Lei n. o 9.961, de 28 de janeiro de 2000. Cria a Agência Nacional de Saúde Suplementar ANS e dá outras providências. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Brasília, 2000.


______. Decreto no 5.974, de 29 de novembro de 2006. Aprova a Estrutura Regimental e o Quadro Demonstrativo dos Cargos em Comissão e das Funções Gratificadas do Ministério da Saúde, e dá outras providências. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Brasília, 2006.


______. Decreto no 7.508, de 28 de junho de 2011. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Disponível em: <www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011 2014/2011/decreto/D7508.htm>. Acesso em: 17 nov. 2014.


______. História de Auditoria em Saúde. Serviço Nacional de Auditoria. Disponível em: <www.sna.saude.gov.br/historia.cfm>. Acesso em: 19 nov. 2014.

 

CICONELLI, M. R. Auditoria de avaliação da qualidade dos serviços de saúde. RAS, v. 9, n. 36, p. 86, jun-set, 2007.

CORREA, A. R. Implicações do processo de acreditação hospitalar no cotidiano de profissionais de saúde. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo, v. 46, n. 2, abr. 2012. Disponível em: <www.scielo.br/scielo.php>. Acesso em: 17 nov. 2014.

COSTA, M. S. et al. Auditoria em enfermagem como estratégia de um marketing profissional. Rev Bras Enferm., v.4, n. 57, p. 497-9, 2004. Disponível em: </www.scielo.br/scielo.php?script=sci>. Acesso em: 10 nov. 2014.


COUTINHO, T. et al. Adequação do processo de assistência pré-natal entre as usuárias do Sistema Único de Saúde em Juiz de Fora - MG. Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia. v. 25, n. 10, p. 717-724, 2003.


DYNEWICZ, A. M. Características de anotações de enfermagem encontradas em auditoria. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 09, n. 02, p.344-361, 2007. Disponível em: </www.fen.ufg.br/revista/v9/n2/v9n2a05.htm>. Acesso em: 14 nov. 2014.


FELDMAN, L. B. et al. História da evolução da qualidade hospitalar: Dos padrões a acreditação. Acta Paul Enferm. São Paulo, nov. 2005.

FERRAZ, C. A. Auditoria em enfermagem: identificando sua concepção e métodos. Rev. bras. enferm., Brasília, v. 61, n.3, jun. 2008. Disponível em:<www.scielo.br>. Acesso em: 17 nov. 2014.


FONSECA, A. S. et al. Auditoria e o uso de indicadores assistenciais: uma relação mais que necessária para a gestão assistencial na atividade hospitalar. O Mundo da Saúde, São Paulo, v. 29, n. 2, p. 54-89, abr./jun. 2005.


MEZOMO, J. C. Gestão da qualidade na saúde: princípios básicos. São Paulo, Manole, 2001.


MITTEMPERGHER, M. M. Auditoria médica de qualidade. Mundo saúde, v.26, n.2, p.271-274, abr.-jun. 2002.


MOREIRA, M. L. Auditoria, Controle e Programação de Serviços de Saúde, v. 5, n. 3, p. 45-72, São Paulo, Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, Série Saúde & Cidadania, 1998.


NEPOMUCENO, L. M. R.; KURCGANT, P. Uso de indicador de qualidade para fundamentar programa de capacitação de profissionais de enfermagem. Rev. esc. enferm. USP, São Paulo, v. 42, n. 4, dec. 2008. Disponível em: <www.scielo.br/scielo.php?script=sci >. Acesso em: 14 nov. 2014.


PAIM, P. R. C.; CICONELLI, M. R. Auditoria de avaliação da qualidade dos serviços de saúde. RAS, v. 9, n. 36, p. 86, jun-set, 2007.


PEREIRA, A. A. O papel do enfermeiro auditor na instituição hospitalar e no sistema de saúde suplementar. Monografia (Pós-graduação em Auditoria e Gestão em Saúde). Universidade Tuiuti do Paraná, Curitiba, 2010.

REIS, E. J. F. B. et al. Avaliação da qualidade dos serviços de saúde: notas bibliográficas. Cad. Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 6, n. 1, mar. 1990. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php>. Acesso em: 13 nov. 2014.


VAITSMAN, J. Auditoria e avaliação no Sistema Único de Saúde. São Paulo em Perspectiva, v. 22, n.1, p.152-64, jan./jun. 2008.

CAPA Revista Amplamente 3.png

COMO CITAR:

MARTINS JÚNIOR, L. N. O mérito da auditoria no serviço de saúde. Revista Eletrônica Amplamente, Natal/RN, v. 1, n. 3, p. 10-18, jul./set. 2022.

Publicado: 20/07/2022

LICENÇA:

 

Licença CC-BY-NC-ND

Todo o conteúdo desta Revista eletrônica está licenciado sob uma Licença de atribuição Creative Commons. Atribuição-NãoComercial-
SemDerivações 4.0 Internacional.

Atribuição — Você deve dar o crédito apropriado, prover um link para a licença e indicar se mudanças foram feitas. Você deve fazê-lo em qualquer circunstância razoável, mas de nenhuma maneira que sugira que o licenciante apoia você ou o seu uso.

NãoComercial — Você não pode usar o material para fins comerciais.

SemDerivações — Se você remixar, transformar ou criar a partir do material, você não pode distribuir o material modificado.

bottom of page