top of page
CAPA da Revista Amplamente (1).png

INTERVENÇÕES DE ENFERMAGEM NA PREVENÇÃO DE INFECÇÃO EM NEUROCIRURGIAS

Leonidas Nelson Martins Júnior
Universidade Federal de Juiz de Fora
http://lattes.cnpq.br/3159919710079489
E-mail: boleonidas@hotmail.com

DOI-Geral: http://dx.doi.org/10.47538/RA-2022.V1N2

DOI-Individual: http://dx.doi.org/10.47538/RA-2022.V1N2-08


RESUMO:

As intervenções dos enfermeiros na prática diária precisam ser baseadas no conhecimento científico. A prática baseada em evidências é uma abordagem que promove o uso de resultados de pesquisas na prática clínica. Este estudo revisou a literatura sobre infecções neurocirúrgicas e o papel do enfermeiro na prevenção de infecções com o objetivo de identificar fatores de risco e fatores associados a infecções neurocirúrgicas e discutir intervenções de enfermagem para preveni-las. Sabe-se que é dever do enfermeiro sistematizar sua prática mediante aplicação do processo de enfermagem, visto que, como
ciência, a enfermagem desenvolve diversas formas de conhecimento para contribuir com a saúde das populações. No contato com pacientes, famílias e comunidades, esses conhecimentos devem ser aplicados justamente mediante ao uso da (SAE) e do raciocínio clínico. Para o desenvolvimento do estudo optou-se pela metodologia bibliográfica, através de análises em meios que se obtenham o melhor desempenho na pesquisa de cunho qualitativo, eis que se busca compreender e interpretar a opinião e as expectativas sobre o tema em apreço. Será feita uma pesquisa bibliográfica sistematizada desenvolvida com base em material publicado em livros, artigos científicos, revistas periódicas, jornais, redes eletrônicas, isto é, material acessível ao público em geral.


PALAVRAS-CHAVE:

UTI. Enfermagem. Neurocirurgia. Infecções.

BIOGRAFIA DO AUTOR:

Possui graduação em Enfermagem pela Universidade Presidente Antônio Carlos (2005). Atualmente é Enfermeiro da Universidade Federal de Juiz de Fora. Tem experiência na área de Enfermagem.

REFERÊNCIAS

AKINS, P.; BELKO, J.; GUPPY, K.; HERBERT, D.; LEMOS, C. Perioperative management of neurosurgical patients with methicillin-resistant Staphylococcus aureus. Journal of Neurosurgery, 2010. Disponível em: <http://thejns.org/doi/abs/10.3171/2009.5.jns081589 > Acesso em: 04 ago. 2022.


ALCÂNTARA, T.F.D.L; MARQUES, I.R. Avanços na Monitorização Neurológica em Ambientes Intensivos: implicações para a assistência de enfermagem. Rev Bras Enferm. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/reben/ v62n6/a15v62n6.pdf>. Acesso em: 12 jul. 2022.


ANDRÉ C.; FREITAS, G.R. Terapia Intensiva em neurologia e Neurocirurgia: Métodos de Monitorização e Situações Especiais. Rio de Janeiro: Revinter, 2002.


ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Cirurgias com implantes/próteses: Critérios Nacionais de Infecções relacionadas à Assistência à Saúde. Março, 2011. Disponível em: http://portal.anvisa.gov.br/wps/wcm/connect/74cea28047458b949565d53fbc4c6735/criterios_nacionais_de_inf_implantes_e_proteses_mar_2011.pdf?MOD=AJPERES Acesso em: 04 ago. 2022.


ANVISA. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Sítio cirúrgico: critérios nacionais de infecções relacionadas à assistência à saúde. Março, 2009. Disponível em: <http://www.anvisa.gov.br/servicosaude/manuais/criterios_nacionais_ ISC.pdf> Acesso em: 04 ago. 2022.


AZZOLIN, G. M. C.; MANCIO, M. L. R. M. Ação educativa como instrumento de trabalho do enfermeiro: revisão bibliográfica. 2° Seminário Internacional sobre o Trabalho em Enfermagem-SITEN, Curitiba-PR, 2008. Disponível em: <http://www.abennacional.org.br/2siten/arquivos/n.017.pdf>. Acesso em: 04 ago. 2022.

COUTO, R. C.; PEDROSA, T. M. G. Infecção Relacionada à Assistência (Infecção Hospitalar) e Outras Complicações Não Infecciosas. 3 ed. Med Book, 2012. P. 356, 374, 379.


FERNANDES, A.; LARONGA, P. R.; COELHO, R. A.; DUCATI, L. G.; SILVA, M. V. Prototipagem como forma alternativa para a realização de cranioplastia com metilmetacrilato. Nota técnica. Arquivos de neuropsiquiatria. São Paulo, 2004. Disponível em: < http://dx.doi.org/10.1590/ > Acesso em: 04 ago. 2022.


FIGUEIREDO, E. G.; BALASSO, G. T.; TEIXEIRA, M. J. Infecções em pós-craniotomias: Revisão Literária. Divisão de clínica neurocirúrgica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), 2012. Disponível em: <http://files.bvs.br/upload/S/0103- 5355/2012/v31n4/a3404.pdf> Acesso em: 04 ago. 2022.


FONSECA, R. M. P.; PENICHE, A. C. G. Enfermagem em Centro Cirúrgico: Trinta anos após criação do sistema de assistência da enfermagem perioperatória. Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.


LESSMANN, J. C. Atuação da Enfermagem no Autocuidado e Reabilitação de Pacientes que Sofreram Acidente Vascular Encefálico. Revista Brasileira de Enfermagem. Brasília. 2011, p. 199.


LIONTAKIS, I.M. No que consiste a monitorização neurológica à beira do leito? Rev Assoc Med Bras 2005; v. 51, n. 5, p. 243-4.


MORTON, P. G.; FONTAINE, D. K. Cuidados críticos de enfermagem. 9. ed. Guanabara Koogan, 2009, p. 901, 932.

NHSN. Rede Nacional de Segurança em Saúde. 2008. Disponível em:<https://health.gov/healthypeople/objectives-and-data/data-sources-and-methods/data-sources/national-healthcare-safety-network-nhsn>. Acesso em: 10 ago. 2022.

NICOLAU, J.C.; TIMERMAN, A.; PIEGAS, L.; MARIN-NETO, J.A; RASSI, A. Jr. Guidelines for Unstable Angina and Non-ST-Segment Elevation Myocardial Infarction of the Brazilian Society of Cardiology. 2th ed. Arq Bras Cardiol, 2007. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/abc/v89n4/a15v89n4.pdf>. Acesso em: 12 jul. 2022.


OLIVEIRA, E. C. S.; OLIVEIRA, R. C.; SOUTO, E. L. M. Infecção relacionada à Derivação Ventricular externa em Hospital de neurocirurgia. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental. Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, 2012. Disponível em: < http://bases.bireme.br/cgibin/wxislind.exe/iah> Acesso em: 04 ago. 2022.


OMS. Organização Mundial da Saúde. Segundo desafio global para a segurança do paciente: Cirurgias seguras salvam vidas (orientações para cirurgia segura da OMS) / Trad. Marcela Sanchez Nilo e Irma Angélica Duran. Rio de Janeiro: Organização Pan-Americana da Saúde; Ministério da Saúde, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, 2008.

 

PIERCE, L. N. B. Guide to Mechanical Ventilation and Intensive Respiratory Care. WD Saunders Company: Philadelphia, 1995, p.147-74.

 

ROTHROCK, J. C. Cuidados de enfermagem ao paciente cirúrgico.13. ed. Elsevier, 2007, p. 50, 52, 799, 843, 856.


SANTANA, R.F; DELPHINO, T.M; PEREIRA, S.K; AMARAL, D.M; SILVA, D.M, SOARES, T.S. NANDA International Diagnosis. Kaukauna, WI, EUA, 2013.


SMELTZER, S. C; BARE, B. G; HINKLE, J. L; CHEEVER, K. H. Brunner & Suddarth: Tratado de Enfermagem Médico Cirúrgica. 12. Ed. Guanabara Koogan, 2010. p. 441, 1882, 1883, 1878, 1937, 1950.


SOBECC. Práticas Recomendadas. Associação Brasileira de Enfermeiros de Centro Cirúrgico, Recuperação Pós-Anestésica e Centro de Material e Esterilização. 6.ed. Rev. Atua. São Paulo: Manole, 2013.


STUMM, E. M. F.; MAÇALAI, R. T.; KIRCHNER, R. M. Dificuldades Enfrentadas por enfermeiros em centro cirúrgico. Rio Grande do Sul, 2006. p. 465-466.


URDEN, L.; STACY, K.; LOUGH, M. Cuidados Intensivos de Enfermagem. 6. ed. Elsevier, 2013. p. 366.

CAPA Revista Amplamente 2.png

COMO CITAR:

MARTINS JÚNIOR, L. N. Intervenções de enfermagem na prevenção de infecção em neurocirurgias. Revista Eletrônica
Amplamente
, Natal/RN, v. 1, n. 2, p. 90-106, abr./jun. 2022.

Publicado: 18/06/2022

LICENÇA:

 

Licença CC-BY-NC-ND

Todo o conteúdo desta Revista eletrônica está licenciado sob uma Licença de atribuição Creative Commons. Atribuição-NãoComercial-
SemDerivações 4.0 Internacional.

Atribuição — Você deve dar o crédito apropriado, prover um link para a licença e indicar se mudanças foram feitas. Você deve fazê-lo em qualquer circunstância razoável, mas de nenhuma maneira que sugira que o licenciante apoia você ou o seu uso.

NãoComercial — Você não pode usar o material para fins comerciais.

SemDerivações — Se você remixar, transformar ou criar a partir do material, você não pode distribuir o material modificado.

bottom of page